Escola de Musica Improviso

Professores de Teatro Musical

Bárbara Lagido
barbara lagido bw
Cantora, performer e professora.
Barbara Lagido iniciou os seus estudos de Canto na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa e na Escola de Jazz do “Hot Club de Portugal” com Manuela de Sá, Cristina de Castro, Gabriela Canavilhas, Paula Pinto, Inês Martins, Dave Gausden, Sérgio Pelágio, André Sousa Machado entre outros.
Participou em workshops: David Liebman, Karl Berger, Ronan Guilfoyle, Caris Visantin, Rufus Reid, “Sir” Roland Hannah, Regie Workman, Hal Galper, Ira Gitler; Curso de Canto Jazz na “Casa de Mateus” com Norma Winstone e Bernardo Sassetti.
Aulas de técnica vocal e ópera com Ron Panvini (N.York), Miles Griffith (U.S.A), Francine Zerfas (U.S.A), João Lourenço, Isobel Anderson (SCOTLAND), Claire Vangelisti(U.S.A).
Desenvolveu projectos de sua autoria Meet me by, Putsch, G&amp, P Groove, Damn Nation Blues, Tom Waits Projection, Grow.
Trabalhou como intérprete e colaborou com “Idefix”: Sérgio Pelágio, “Wafers”, Anarchy Project, Poison, Laço eterno: Vitor Rua, Maria Viana, ”Noites passadas”, Rivolitz, Sérgio Godinho, “Vozes do Sul” com Vitorino, Janita Salomé e Filipa Pais, Terry Johnston, Alexander Marcou, “ Missangas”: João Afonso, Arrigo Cappelletti, “Graça tchega” Tito Paris, Jon luz, Walking like na angel”, “Ghost star”: Filipa Francisco, “BB”:Carlota Lagido, “Dis nasti Dog”: Carlota Lagido e João Galante,“ My name is wild Oscar Wilde”:Francisco Camacho, José Soares, Yuri Daniel, Lúcia Sigalho, João Lucas, Mário Franco, Paulo Perfeito, Alexandre Diniz, Marta Plantier: “ Ladies in Blues”, José Soares, São Nunes,” Recycling Deluxe”: Marta Gameiro Luis El Gris entre outros.

Carlota Lagido
carlota lagido teatromusical
Bailarina, coreógrafa, figurinista.
O seu trabalho como performer e coreógrafa tem características multidisciplinares. Aborda temáticas relativas a questões de identidade e contextos auto-biográficos. O trabalho em vídeo é um elemento fundamental nos seus projectos.
De 1998 a 2014 criou LILITH (Black-box CCB, 1998), HISTÓRIAS QUE A MINHA MÃE NUNCA ME CONTOU (Festival X, 2000), NOTFORGETNOTFORGIVE, (Eira, T. Carlos Alberto, Museu Berardo-1999-2009), DISNASTIDOG, em colaboração com Vitor Rua e João Galante ( FestivalX, Lux, Danças na Cidade,2001), BB e BB2 ( ACARTE, Eira/ Serralves em Festa 2004), UGLY (Eira/Citemor/Temps d’Images MC/IA, 2003), SELF-UM AUTORETRATO EM 39 PARTES (Eira/Casa d’os dias da Água/MC/IA, 2004), MONSTER (Eira,2009), THE IMPORTANCE OF NOTHING (Pogo Teatro, Festival SuperStereo, Teatro Maria Matos, 2012), A ROOM FULL OF DIRT, em colaboração com Miguel Bonneville (Temps d'Images, FCG, Negócio/ZDB, 2013), RO.GER (Temps d'Images, Mala Voadora, 2014).
Em 2015 dirigiu a peça de teatro HOTEL FLAMINGO, a convite da Propositário Azul. Em 2016 criou 50 TONELADAS (Gaivotas6, Temps d'Images Lisboa 15, DGARTES). Trabalhou como bailarina com Meg Stuart e Joana Providencia no início dos anos 90 e durante 20 anos dançou nas peças mais emblemáticas de Francisco Camacho. Faz design de figurinos e cenografia para espectáculos de dança e teatro, desde 1989.
Colaborou com Vera Mantero, Lucia Sigalho, Francisco Camacho, Paula Castro, Filipa Francisco, Meg Stuart, Clara Andermatt, Amélia Bentes, Paulo Ribeiro, João Fiadeiro, João Galante, Nuno M. Cardoso, Aldara Bizarro, Teresa Sobral, Companhia Inestética, Tiago Cadete, Raquel André, Rui Catalão, e Jonas Lopes&Lander Patrick. Foi assistente de guarda-roupa em vários filmes publicitários entre 2004 e 2006.
Fez o primeiro ano do Curso de Mestrado de Teatro, na especialização de Design de Cena na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa - 2011/2013. Orienta regularmente workshops de pesquisa coreográfica e design de cena para pofissionais em todo o país e também em contexto escolar, abrangendo o público infanto-juvenil. Foi artista associada da Eira de 2003 a 2011, onde foi co-programadora das actividades do espaço. Foi artista residente da Companhia Olga Roriz em 2015. É co-fundadora com Antoine Pimentel do espaço O LUGAR DO MEIO-centro de criação e experimentação artística do Bomvelho, em Condeixa.

Célia Ramos
celia ramos teatromusical bw
Performer, Cantora, Compositora.
Desde cedo manifestou interesse pelas artes, tendo sido o desenho a sua primeira paixão. Ao aprender as letras, descobriu a poesia e a criptografia, desenvolvendo códigos para poder escrever os seus primeiros poemas. Mais tarde descobriu a Música, o Canto e o Teatro. Cantar está sempre associado a uma performace, a uma interpretação, a uma segunda pele. Foi com a Professora Bárbara Lagido que começou o trabalho de desenvolvimento vocal e de performance musical.

A Experiência teatral, nas disciplinas de Oficina de Expressão Dramática I e II, no Curso de Artes do Liceu, proporcionou-lhe as bases para a Performance dentro da música e também em street art com a interpretação de pequenos contos e poemas.
Em 2001 criou com amigos a Associação Construir Música, com o propósito de organizar eventos musicais para jovens, de onde se destaca o Festival Headbangers Fest.

Presentemente integra vários projectos Musicais de Músicas Originais e de Covers, que abrangem diferentes estilos desde o Blues ao Rock and Roll, passando pelo Jazz, Pop, Soul, Música Brasileira e Latina e também Heavy Metal.

Em 2016 a sua carreira Internacional cresceu com o Coro Zürich Singt e a Banda Black Earth na Suíça, Zurique.



 Voltar à Página Inicial
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
 

Newsletter




Horário e calendário

Escola de Música Improviso  : Home Professores Teatro Musical